Sunday, August 24, 2008

Hoje foi dia de rever...


Um dos meus filmes favoritos...

Saturday, August 23, 2008

Férias no Campo 2008

Pois... é para onde esta menina despassarada vai esta semana!
Algures junto de Abrantes o Clã PCB organiza um "acampamento" de férias diferente (já há alguns anos!!) para os meninos da Sta Casa da Misericórdia. E desta vez vou dar o meu contributo! ;)

Estou contente!!!
:D

Today's soundtrack

I've been thinking of everything
I used to want to be
I've been thinking of everything
Of me, of you and me

This is the story of my life
These are the lies I have created

I'm in the middle of nothing
And it's where I want to be
I'm at the bottom of everything
And I finally start to leave

This is the story of my life
These are the lies I have created
I created

And I swear to god
I'll find myself
In the end

In the end

This is the story of my life
These are the lies I have created

(30 Seconds To Mars "The Story")

E é assim o mundo em que vivemos...

"You see, nobody panics when things go according to plan. Even if the plan is horrifying. If I told people that a gangbanger was going to get shot, or a busload of soldiers was going to get blown up, nobody would panic. Because it's all part of the plan. But tell people that one tiny little mayor is going to die and everyone loses theirs minds!"
(Joker in "The Dark Knight")

E agora, digam-me lá quem é o louco...

Henri Cartier-Bresson

Para quem gosta de fotografia o nome do francês Henri Cartier-Bresson (1908-2004) não é de todo estranho, não fora ele um mestre de câmara fotográfica em punho.
Este senhor, que em 1947 fundou a agência fotográfica Magnum, se estivesse vivo teria completado ontem 100 anos.
Podia não gostar muito de Portugal (apenas autorizou a comercialização de duas fotos captadas em Portugal!), mas eu gosto dele! Aliás, dele não... gosto da sua obra! E muito!

Friday, August 22, 2008

Amores de Tóquio

Há cerca de um ano tive o privilégio de adquirir este boné com a etiqueta "amores de tóquio". Para quem ainda não conhece espreite o blog repleto de coisas lindas da Isabel Tomás. Difícil vai ser escolher...

Ontem apaixonei-me pelos fios-relógio, e não deu para resistir! ;)

Obrigado pela rapidez, Isabel! É mesmo lindo lindo!! E este já é meu! eheh ;D


Thursday, August 21, 2008

E...

... lançar-me louca neste trapézio de cristal e fogo?

Amparas-me?

The sweetest thing I've ever heard:


(CD1)

1. Morning Yearning
2. Waiting For You
3. Picture In A Frame
4. Never Leave Lonely Alone
5. Sweet Nothing Serenade
6. Reason To Mourn
7. More Than Sorry
8. Cryin' Won't Help You Now
9. Happy Everafter In Your Eyes

Wednesday, August 20, 2008

Dedicado a Alguém... :')

"(...) NADA! Nada me deixava totalmente seguro. TUDO! Me deixava com um pensamento não muito puro.
(Ponto Final. Parágrafo.) (...)"
(Extracto de um texto de Alguém)

Os caminhos que trilhamos não são nunca livres de escolhos e escolhas... e é o que dói que vale a pena... obrigado por partilhares comigo um troço do teu trilho. Nestas encruzilhadas da vida, crescemos sempre mais um pouco... e levar-te-ei comigo no resto da estrada...
E não! Não te agradecerei jamais! Porque o que damos aos outros é para os outros... sem obrigados! Apenas com sorrisos, com olhares, com silêncios, com palavras, com gestos, com canções...

...porque há palavras que nos marcam...como se fossem nossas...
:')


"Ao luar, vem-me procurar ao luar
Que eu sou pequenina e não sei andar
Anda ver, anda ver o sol a nascer
E verás que o que for será, tem que ser...
Ao luar, ao luar..."


Mais um momento partilhado no céu...

"Não me interessa qual é o teu modo de vida. Quero saber o que anseias e se te atreves a sonhar alcançar os desejos do teu coração.
Não me interessa saber a idade que tens. Quero saber se arriscas fazer figura de louca por amor, pelo teu sonho, pela aventura de estar viva.
Não me interessa saber quais os planetas que estão em quadratura com a tua lua. Quero saber se tocaste o centro da tua própria dor, se as traições da vida te abriram ou se murchaste e te fechaste com medo de outros sofrimentos! Quero saber se consegues sentar-te com a dor, a minha ou a tua, sem te mexeres para a esconder, disfarçar ou compor.
Quero saber se consegues viver a alegria, a minha ou a tua, se consegues dançar loucamente e deixar que o êxtase te encha até às pontas dos pés e das mãos, sem nos advertires para termos cuidado, sermos realistas ou nos relembrares as limitações de ser humano.
Não me interessa se a história que me contas é verdadeira. Quero saber se consegues desapontar o outro para seres verdadeira contigo própria; se consegues suportar a acusação de traição e não atraiçoares a tua própria alma; se consegues não ter fé e seres, por isso, digna de confiança.
Quero saber se consegues ver a beleza todos os dias, mesmo quando o que vês não é bonito, e se consegues basear a tua própria vida na sua presença.
Quero saber se consegues viver com o fracasso, teu e meu, e mesmo assim erguer-te à beira do lago e gritar SIM! à lua cheia prateada.
Não me interessa onde vives nem quanto dinheiro tens. Quero saber se depois de uma noite de dor e desespero, exausta, dorida até aos ossos, consegues levantar-te e fazer o que é preciso (...).
Não me interessa quem tu conheces, nem como chegaste aqui. Quero saber se ficarás comigo, no centro do fogo, sem recuares.
Não me interessa onde ou o quê ou com quem estudaste. Quero saber o que te sustém interiormente quando tudo o mais desaba à tua volta.

Quero saber se consegues estar só contigo mesma e se verdadeiramente gostas da companhia que te fazes nos momentos vazios."

Tuesday, August 19, 2008

Música quentinha... :)

There's no combination of words
I could put on the back of a postcard
No song that I could sing
But I can try for your heart
Our dreams, and they are made out of real things
Like a, shoebox of photographs
With sepiatone loving
Love is the answer,
At least for most of the questions in my heart
Like why are we here? And where do we go?
And how come it's so hard?
It's not always easy and
Sometimes life can be deceiving
I'll tell you one thing it's always better when we're together

It's always better when we're together
Yeah, we'll look at the stars when we're together
Well, it's always better when we're together
Yeah, it's always better when we're together

And all of these moments
Just might find their way into my dreams tonight
But I know that they'll be gone
When the morning light sings
And brings new things
For tomorrow night you see
That they'll be gone too
Too many things I have to do
But if all of these dreams might find their way
Into my day to day scene
I'd be under the impression
I was somewhere in between
With only two
Just me and you
Not so many things we got to do
Or places we got to be
We'll Sit beneath the mango tree now

It's always better when we're together
We're somewhere in between together
Well, it's always better when we're together
Yeah, it's always better when we're together

I believe in memories
They look so, so pretty when I sleep
Hey now, and when I wake up,
You look so pretty sleeping next to me
But there is not enough time,
And there is no, no song I could sing
And there is no, combination of words I could say
But I will still tell you one thing
We're better together.

("Better Together", Jack Johnson)

Quero-te...


... em cada sorriso partilhado de mãos dadas...

... em cada olhar suspenso...

... em cada silêncio preenchido de céu...

... quero-te...

Monday, August 18, 2008

Aquelas noites...


...tiveram sabor a mirtilo e amor(a)!...

Sunday, August 17, 2008

CT08: "Ipse Ego" :)

Voltei para a civilização.
Foi o primeiro dia após uma semana de partilha... e foi duro! Não só pelo cansaço físico que hoje decidiu fazer das suas mas, principalmente, pelo sentimento de perda... a falta que nos faz o que deixámos lá no fundo do vale!
Há quem diga que "quem desce o vale, não sobe igual"... até ontem nunca tinha percebido de forma tão clara o significado desta frase, pois como diz a música "(...) e estes dias serão mil anos nas contas da tua vida!".
Quanto às expectativas que me acompanharam na descida da montanha? Extraordinariamente superadas...

"Pela graça de Deus sou o que sou!"
(1ª epístola S. Paulo aos Coríntios).

Miss you all!! :'(


"Procuro-me e não me encontro! Fiquei algures esquecido no tempo, num espaço partilhado outrora em junção, por cumplicidades de benevolência, risos e gestos em união. Protegido em abraços de ternura, num caminhar ombro a ombro, qual fado... Mãos dadas como laços de afectos, num pôr-do-sol laranja dourado.
Procuro-me e não me encontro! Fiquei algures entre lágrimas de sal, recluso de apatias desafiadas, num salão sombrio de estátuas que se agitam na minha direcção. Nas cores ausentes, apenas o preto e o branco, perduro em telas medíocres de inaptidão.
Procuro-me e não me encontro! Prisioneiro fiquei dos ciúmes de gente alheia, das inseguranças nebulosas de viventes resignados, de autómatos sem emoções ou razão próprias, transformados em perigosos abismos.
Procuro-me em cada pedra que encontro no caminho, no meio da loucura das paredes brancas de cal, no sobressalto incessante de ser, estar e existir... Sinto-me a vasculhar a minha alma e procuro raízes do meu ser... No grito ininterrupto do meu sentir, procuro incessantemente os últimos raios de sol...
Procuro-me e não me encontro!
Procuro-me, procuro-me!
Na escuridão acendo uma vela, mas sei que já parti para longe, muito longe! Para um local onde preciso de me encontrar, para um local longínquo... para lá das estrelas!"
(Texto partilhado connosco na noite de domingo, dia 10, a primeira de uma semana diferente...)

Sunday, August 10, 2008

Incontactável... :)

... é como vou estar até o próximo Sábado...

Porquê?!

Porque vou para aqui:


O que espero?!
Crescer...

Saturday, August 09, 2008

"Depois de algum tempo aprendes a diferença, a subtil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. (...) Aprendes que não importa em quantos pedaços o teu coração foi partido, o mundo não pára para que o consertes. Aprendes que o tempo não é algo que possa voltar atrás. (...) E percebes que realmente podes suportar...que realmente és forte, e que podes ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor, e que tu tens valor diante da vida!"

(W. Shakespeare)

"Niketche. A dança do sol e da lua, dança do vento e da chuva, dança da criação. Uma dança que mexe, que aquece. Que simboliza o corpo e faz a alma voar."

(Paulina Chiziane)

Friday, August 08, 2008

Hoje acordei com esta música na cabeça... :)

I wanna be bigger, stronger, drive a faster car
To take me anywhere in seconds,
To take me anywhere I wanna go,
And drive around a faster car,
I will settle for nothing less,
I will settle for nothing less

I wanna be bigger, stronger, drive a faster car,
At the touch of a button,
I can go anywhere I wanna go
And drive around my faster car,
I will settle for nothing less,
I will settle for nothing less

I think I wanna change my attitude
I think I wanna change my oxygen
I think I wanna change my air,
My amorous fear,I wanna choke

I wanna be bigger, stronger, drive a faster car,
To take me anywhere in seconds
To take me anywhere I wanna go
And drive around my faster car
I will settle for nothing less
I will settle for nothing less

I think I need to change my attitude
I think I wanna change my oxygen
I think I wanna change my air,
My amorous fear, I wanna choke.

Bigger, better
Bigger and better,
Bigger and better,

Bigger, stronger
Drive a faster car
At the touch of a button
I can go anywhere I wanna go

(Coldplay, "Bigger Stronger")

Wednesday, August 06, 2008

Actual feeling:

Thanks :)

Obrigado pelo fim-de-semana:
pelos jogos... pelas bocas... pelas conversas...pelo joelho (eheh)...
até pela madrugada na casa de banho! ;P

enfim, por me fazerem acreditar que sou um pouco mais do que julgo...
Obrigado, pessoal! :)***

Sunday, August 03, 2008

Actual reading...

"...procura uma vassoura e varre o lixo que tens dentro do peito.Varre as loucuras que tens dentro da mente, varre, varre tudo. Liberta-te."

(Paulina Chiziane, "Niketche, uma história de poligamia")

E o meu fim-de-semana foi assim: