Friday, October 22, 2010



"(…)porque sabes o inominável. E continuarás, sempre comigo, escapando de nomes que não te dizem,continuarás abolindo a distância dos anos e do tempo. Ao morrer, sonharás que estás viva. E quem poderá dizer se, morta, sonharás que vives ainda, ou se, vivendo ainda, apenas sonharás que morreste? Hoje, agora, existes em mim, estás linda dentro do meu coração."

(José Luís Peixoto,
Cemitério de Pianos)

No comments: